Nota de Repúdio

NOTA DE REPÚDIO

O Conselho Regional de Psicologia, através da sua Comissão de Direitos Humanos, vem publicamente manifestar total repúdio ao assassinato brutal do indígena da Comunidade Guajajara Paulo Paulino Guajajara, conhecido como Guardião da Floresta, ocorrido nesta sexta-feira 01/11, praticado, supostamente,  por madeireiros da região. Considerando a omissão do Estado Brasileiro em criar políticas efetivas de proteção a territórios indígenas, considerando a prática reiterada e institucionalizada de genocídio indígena no estado do Maranhão e considerando o compromisso ético-político da Psicologia na defesa intransigente dos direitos das populações minoritárias, é que o CRP-MA expressa seu mais profundo e sincero repúdio a esse crime brutal e se coloca ao lado da comunidade Guajajara para solicitar as devidas reparações por parte do Estado, bem como exigir que sejam apuradas as responsabilidades por mais essa morte.

São Luís, 04 de novembro de 2019

Conselho Regional de Psicologia do Maranhão CRP-MA.

Comissão de Direitos Humanos do CRP-MA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *