CRP-MA NA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA: PSINAED DEBATE PROJETO DE LEI SOBRE A INCLUSÃO ESCOLAR DE ESTUDANTES COM DEFICIÊNCIA

CRP-MA NA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA: PSINAED DEBATE PROJETO DE LEI SOBRE A INCLUSÃO ESCOLAR DE ESTUDANTES COM DEFICIÊNCIA

fotografias: Ascom ALEMA

A Coordenadora da Comissão de Psicologia na Educação do CRP-MA (PSINAED), Psicóloga Pollianna Galvão Soares de Matos (CRP 22/1676), participou de uma reunião, na Assembleia Legislativa, para discutir um Projeto de Lei (PL) de autoria do ex-deputado Rogério Cafeteira, que trata da inclusão escolar de estudantes com deficiência, desarquivado pelo Deputado Duarte Jr.

Como presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias, convidei a psicóloga Polliana Galvão para debatermos de forma técnica projeto de lei sobre a inclusão escolar de estudantes com deficiência. Em destaque na reunião, abordamos crianças com Transtorno do Espectro Autista (TEA), pauta iniciada pelo deputado @rogeriocafeteira, novo secretário de Esportes do Maranhão, e que vamos dar continuidade”, escreveu o Deputado Duarte Jr, em suas redes sociais.

A psicóloga Pollianna Galvão esclarece que “fomos oficiados ano passado pela assessoria do deputado Rogério Cafeteira, para o Conselho (Regional de Psicologia do Maranhão), diretamente a mim com coordenadora do PSINAED. O projeto foi construído assessorado por nós e outros colegas educadores. A gente fez todo movimento de revisão do PL, uma vez que o propósito do PSINAED é fortalecer a compreensão técnico-científica sobre a relevância das intervenções especializadas em desenvolvimento humano pela Psicologia no contexto das escolas considerando que a inclusão escolar é uma prerrogativa de lei com vários dispositivos legais. Tecnicamente, o Conselho Regional de Psicologia, por meio do PSINAED, vai ajudar a instrumentalizar os legisladores sobre a relevância não apenas do psicólogo escolar no projeto, mas na compreensão de que são as equipes especializadas de apoio aos processos de aprendizagem, com psicólogos e educadores, que irão incrementar tecnicamente a proposta de inclusão escolar. Além da ampla defesa na literatura científica da Psicologia Escolar, as escolas Distrito Federal e Paraíba são consideradas modelo, onde a contratação de psicólogos para atuarem em equipes pelos concursos públicos já é uma realidade“, finalizou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *